27 fevereiro, 2009

Mais um santo português

Está anunciada para o próximo Abril a canonização do Beato Nuno Alvares Pereira, o chefe militar da estratégia portuguesa na revolução de 1383-5 que iniciou uma nova fase na história portuguesa. Portugal descobriu a sua vocação marítima. Até então os monarcas portugueses sonhavam com futuro em direcção da Castela e no interior. Mas a vitória de Alcobaça decidiu de vez que Portugal não tinha futuro no interior, e tinha que se virar para o exterior. É desde então que começou o processo que alguns historiadores designaram «meridionalização» e «litoralização» de Portugal.
Os historiadores tem também um outro desafio acerca destes processos de canonização! Houve realmente 7 santos portugueses no passado como o jornal PUBLICO anunciava na sua edição de 22 de Fevereiro? Foi a sua ligação com 1º rei de Portugal que justificou a canonização de S. Teotónio? E S. Gonçalo foi realmente canonizado? Ou faz isto parte da tradição portuguesa de "doutores"?

1 comentário:

Pedro Araujo disse...

Bem precisávamos de um Santo português que pusesse o País na ordem. A falta de vergonha impera, os escândalos sucedem-se.
Será que a culpa é dos Historiadores, que não estão a contar as coisas como deviam?