21 abril, 2009

Açores antes dos Portugueses

Diário Insular: 21-04-2009

Fernanda Durão, investigadora: Doze palavras egípcias detectadas na Terceira.

FERNANDA DURÃO: “É óbvio que os Açores já tinham sido habitados antes da ocupação portuguesa”.

DI - Não lhe parece que a sua teoria que liga a ilha Terceira aos faraós pode correr o risco de ser considerada “estranha”?
À primeira vista é claro que sim. Mas as figuras, além de serem reais, não estão postas nos lugares onde estão, por acaso. Além disso, elas são datadas, isto é: o grifo é um animal mitológico antiquíssimo, bem como a cabeça de guerreiro é típica da Idade do Bronze, devido ao seu capacete com viseira. As figuras são como uma "banda desenhada gigante" pois CONTAM UMA HISTÓRIA. E essa história é uma das mais antigas histórias da Humanidade, conhecida pelo Livro dos Mortos. De facto, na interligação das várias figuras umas com as outras detectei pelo menos 23 (vinte e três) cenários do Livro dos Mortos do Antigo Egipto que, como se sabe, era uma colectânea de orações que o defunto devia rezar para regressar, com a sua alma, ao reino dos antepassados: Uma "Ilha Ocidental" que media 300 medidas por 200, medidas estas que se identificam proporcionalmente com as medidas da Ilha Terceira, 18klx29kms.
DI - Se os Açores foram terra de faraós, que implicações daí decorrem para a compreensão da História da Antiguidade?
A História faz-se e refaz-se todos os dias. É óbvio que os Açores já tinham sido habitados antes da ocupação portuguesa, como dizia o grande historiador Francisco Ferreira Drummond. E ele não tinha o Google Earth ao dispor dele! Mais: as ilha AINDA eram habitadas quando os portugueses chegaram no séc. XV. A toponímia local assim o indica.
DI - As figuras que vê desenhadas na Terceira… Parece-lhe mesmo que terão consistência na realidade concreta?
Detectei pelo menos 12 (doze) palavras de origem egípcia na Terceira: SERRETA - teve origem no nome da deusa SERKET, senhora do Além, geralmente representada por uma mulher com um escorpião na cabeça. Na zona da Serreta, existe a Ribeira do Além e VÁRIOS ESCORPIÕES GIGANTESCOS DESENHADOS NO SOLO! Mais a norte, a Ponta do QUEIMADO deve o seu nome ao deus KHNUM, geralmente representado por um homem com cabeça de CARNEIRO. Nesta zona encontra-se o Pico do CARNEIRO bem no centro de uma enorme cabeça de CARNEIRO. A Freguesia de S. BRÁS deve o seu nome à deusa BASTET, geralmente representada por uma leoa ou uma mulher com cabeça de LEOA. Nesta zona está também "desenhada" na paisagem um enorme LEÃO. Há ainda o vocábulo MERENS que chegou até nós na sua pureza original, não sofrendo qualquer aportuguesamento. É o nome de um oráculo egípcio!... Não quero massacrá-lo com mais exemplos. Isto já é matéria de reflexão...
DI - Que estudos sugere para tirar a limpo a tese que defende?
O estudo que fiz é um caderno de campo com 84 páginas que obviamente não posso transcrever para aqui. Penso que seria útil fazer uma prospecção com GPR (scanner para detectar construções subterrâneas). Esse estudo devia ser patrocinado pelo Governo Regional, que tem todo o interesse neste projecto. ESTE PATRIMÓNIO BEM GERIDO PODE TRAZER BENEFÍCIOS INCALCULÁVEIS À ILHA, À REGIÃO E AO PAÍS."

5 comentários:

Pedro Araujo disse...

Fantástico! Se estas possibilidades não existissem a história perderia metade do seu fascínio!
Espero é que o Egipto, se esta descoberta se confirmar, não queira invadir a Terceira: Av. Tutankamon, Rua Anuar Sadat, Beco Osni Mubarack, Palácio de Ra, Igreja dos Sacerdotes, Biblioteca Municipal dos Escribas, etc...

HM disse...

Com uma costela Açoreana, e sendo pai tambem de uma açoreanazinha, e com gosto especial por história e mistérios.....Este sim é um verdadeiro choque saudável, e que me levam cada vez mais a fascinar por história.
Muito obrigado

António Sampaio disse...

Haja paciência...
A pretensão desta "investigadora" em relação a uma "herança" linguística egípcia roça no mínimo a idiotice.
Veja-se por exemplo o caso de São Brás cuja origem ela atribui à deusa Bastet. Porque razão é necessário arranjar uma origem egípcia para um nome tão óbvio? "São Brás" é isso mesmo... é o nome de um santo cristão chamado... Brás.
Se houver dúvidas consultem, http://pt.wikipedia.org/wiki/Br%C3%A1s_de_Sebaste

Biscoitos disse...

Tiago Resendes

Eu também ontem vi nossa Sra. de Fátima, na ilha Terceira, através do Google Earth. Será que andam por aí os três pastorinhos?

Biscoitos disse...

Tiago Resendes

Eu também, ontem, vi nossa Sra. de Fátima, na ilha Terceira, através do google earth. Vou já pedir apoio financeiro ao governo regional para proceder a escavações e investigação.